Jejum Intermitente: Saiba as vantagens e desvantagens desse método para emagrecer!

jejum intermitente como funciona

Atualmente muitas pessoas estão insatisfeitas com o seu atual peso, seja por estética ou até mesmo por saúde. E para conseguir chegar ao peso ideal, o jejum intermitente pode ser um grande aliado dessas pessoas.

Você conhece o jejum intermitente? Sabe como você pode fazer ele para conseguir perder peso de maneira rápida? Ainda não? Então esse artigo é para você, continue lendo-o e confira a seguir tudo sobre esse jejum.

O que é?

O jejum intermitente é um método de emagrecimento rápido, no qual a pessoa come em alguns intervalos e fica outros intervalos longos sem se alimentar, assim o corpo irá usar os estoques de gordura e fazer com que o indivíduo consiga perder peso de maneira rápida.

O tempo de jejum irá variar para cada pessoa, sendo que durante esse jejum a pessoa não poderá comer nada e deve beber apenas líquidos que não possuem calorias. Veja a seguir como você pode fazer o jejum intermitente.

Como fazer?

O jejum intermitente não possui nenhum segredo, sendo que a pessoa que o pratica deve ficar entre 10 e 24 horas sem comer, para que o corpo possa eliminar gordura para conseguir energia.

O ideal é que a pessoa opte por fazer as horas de jejum principalmente à noite, pois assim enquanto ela dorme não irá sentir a falta de comida.

Para que você possa saber quantas horas de jejum você deve fazer, é imprescritível que você consulte um médico, sendo que na maioria das vezes o mais indicado é o jejum intermitente de 12 horas, onde a pessoa irá passar a metade do dia sem se alimentar, incluindo às 8 horas de sono.

Quando é liberado para que o indivíduo se alimente, ele deve comer pouco e fazer apenas três refeições durante esse período.  O ideal é dar preferência para alimentos que aumentam a saciedade, como frutas, verduras, legumes, proteínas e cereais integrais.

Tem riscos?

Se a pessoa fizer o jejum intermitente com um acompanhamento médico ela não irá correr riscos, no entanto, se feito por conta própria, ela correrá riscos de ter desidratação, desnutrição, fraqueza muscular, hipoglicemia e várias outras complicações.

Além do mais é importante lembrar que não é indicado fazer exercícios físicos durante o período de jejum.

O que comer depois?

Após o período de jejum a pessoa deverá comer alimentos que dão sustância, porém que possuem poucas calorias e não deve exagerar nas quantidades, ou correrá o risco de ganhar peso ao invés de perder.

É importante que a pessoa tenha em mente que o jejum intermitente não é uma dieta, por isso ele não irá restringir para que o indivíduo deixe de comer seus alimentos preferidos, pois o foco dele não é deixar de comer, e sim comer pouco.

O jejum intermitente é um estilo de vida, e quanto mais adaptado a ele você estiver, melhores serão seus resultados.

Ficou alguma dúvida sobre o jejum intermitente? Deixe-a nos comentários que assim que for possível nós responderemos você!

You May Also Like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *