Muco cervical: É a mesma coisa que corrimento? Como identificar ao longo do ciclo e o que fazer quando ele está com sangue?

imagem de mulher olhando a calcinha com uma lupa para representar o muco cervical

Toda mulher deve estar atenta à sua saúde íntima, pois quando se trata da flora vaginal é importante prestar atenção em cada mudança de cor, cheiro e textura. Por isso, o muco cervical é um líquido que requer constante observação.

Se você deseja entender um pouco sobre o que é o muco cervical, esse artigo é para você, pois a seguir eu irei falar tudo o que você precisa saber sobre ele. Confira!

O muco cervical é corrimento?

O muco cervical é uma secreção líquida produzida pelo organismo da mulher, mais especificamente pelo colo do útero, a fim de impedir que bactérias encontradas na região íntima consigam adentrar no útero e causar alguma complicação. Dessa forma, ele ajuda a manter a mulher saudável, por isso ele não pode ser confundido com um corrimento.

O corrimento causa dores e coceira vaginal, além de ter coloração muitas vezes esverdeada, amarelada ou acinzentada. Por tanto, o ideal é fazer um tratamento caseiro para corrimento ou com auxílio de medicamentos e acompanhamento médico caso seja necessário.

O que confunde muita gente é que o muco cervical se trata de uma secreção que é expelida pela vagina, normalmente sendo vista em roupas íntimas como um tipo de corrimento transparente, branco ou levemente amarelado, mas que não possui odor algum, sendo caracterizado como uma reação natural do corpo da mulher.

Além disso, o muco cervical possui outro objetivo além de oferecer a prevenção de bactérias no corpo da mulher. Ele ajuda o espermatozoide a fecundar no útero durante o período fértil e por isso neste período é normal que o muco cervical fique mais espesso e elástico a medida que a ovulação se aproxima.

Como é o muco ao longo do ciclo?

Assim como explicamos, ao longo do ciclo menstrual o muco cervical vai se alterando, mudando totalmente sua característica e inclusive invertendo a sua função.

No início do ciclo, quando a mulher está longe de passar pelo período fértil, o muco cervical tem como principal característica ser mais grosso. Ele apresenta uma textura que impede que as bactérias e até mesmo alguns espermatozoides cheguem ao útero.

Porém, ao longo do ciclo este mesmo muco cervical vai alterando suas características e se torna mais fino e elástico se assemelhando a uma clara de ovo. Neste momento a mulher passa pelo período fértil e as funções do muco se alteram, facilitando a penetração do espermatozoide até o útero e também aumentando a probabilidade da mulher adquirir doenças sexualmente transmissíveis.

Por isso, a partir de uma análise da secreção é possível até identificar o período fértil da mulher, tendo esta análise chamada de método de Billings ou método do muco cervical.

O método consiste na introdução do dedo na vagina enquanto a mulher estiver agachada e nua de modo que o dedo indicador introduzido possa entrar em contato com muco presente, e possa ser avaliado se está mais elástico ou não, onde o ideal para se conseguir engravidar é que é muco apresente não só um aspecto elástico, mas também esteja em boa quantidade.

mulher com maos entre as pernas representando muco cervical com sangue

O que fazer quando o muco cervical está com sangue?

O muco cervical com sangue poderá ter diversas causas, que devem ser investigadas por um ginecologista. Dentre elas destacamos o processo de nidação, que poderá oferecer um pequeno sangramento juntamente com a secreção, ou em caso de uma gestação já confirmada indicando a saída do tampão mucoso, mais para o final da gestação.

Portanto, o ideal é que busque ajuda médica sempre que este fato acontecer para que a causa possa ser avaliada e seja possível um diagnóstico mais exato.

You May Also Like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *